Fique Conectado

Entretenimento

Voltado às crianças, o musical A Borboleta Sem Asas se apresenta em Jundiaí

Foto: Caio Gallucci
Avatar

Publicado

em

Texto que já teve até adaptações para a TV, ganha montagem com as diretoras Paula Flaibann e Bebel Ribeiro; o mote da peça é a deficiência como eficiência e singularidade.

Babi é uma borboleta que nasceu sem asas. Certo dia, ela decide ir até o lago com as outras borboletas, mas elas a destratam por causa de sua deficiência. Ao decidir ir até o lago pela terra, ela conhece diversos outros insetos que a ajudam em sua trajetória, como a abelha Abel, o caramujo Magnólio e o vagalume Lamparino, entre outros, cada um com sua particularidade. O musical A Borboleta Sem Asas é uma obra de César Cavelagna, com dramaturgia de Marcos Ferraz, músicas de Marcos Okura, Ricardo Brunelli e Vinícius Loyola, direção musical de Vinícius Loyola e direção artística de Paula Flaibann e Bebel Ribeiro. O espetáculo faz duas apresentações, às 9h30 e às 14h30, dia 25 de setembro de 2019, quarta, no Theatro Polytheama, em Jundiaí.

A peça, que ganha versão atualizada em 2019, foi criada em 1996 a partir de um desejo de César Cavelagna e Marcos Okura de discutir o assunto da deficiência com os pequenos. O sucesso da abordagem foi tamanho que A Borboleta Sem Asas ganhou duas montagens profissionais para o palco, uma delas da extinta Cia de Teatro Rock, de Ferraz, Okura, Fezu Duarte e Fábio Ock; uma montagem criada por estudantes ao fim de uma oficina de teatro e uma adaptação audiovisual para o programa Teatro Rá-Tim-Bum, da TV Cultura.

A nova versão, com direção assinada por Bebel Ribeiro e Paula Flaibann, aposta na proximidade com as crianças da nova geração. Para isso, algumas adaptações foram feitas, como músicas que flertam mais com o pop e a principal ocupação das borboletas que hostilizam Babi – se na versão original elas eram modelos, agora elas são digital influencers. “É uma versão da Borboleta para os anos 2020”, diz Marcos Okura, que acompanhou o processo de criação da peça como supervisor artístico.

O espetáculo é composto por dez músicas. O diretor musical Vinícius Loyola apostou em diferentes gêneros e referências que alcançam crianças e adultos. Pop, rock, tango, disco e axé integram a trilha sonora. Os figurinos de Juliana Sanches fogem do óbvio na representação dos insetos. “Não quisemos nada muito realista, há apenas alguns elementos do figurino que remetem ao inseto em questão, mas isso só se revela mesmo pela dramaturgia”, contam as diretoras.

O cenário, também assinado por Juliana, é simples e objetivo. Escadas, guarda-chuvas estilizados como flores e puffs em forma de cogumelos enfeitam o jardim que ambienta a história. As diretoras contam que as adaptações feitas no texto foram anotadas em tempo real para manter a dinamicidade da peça. “Uma piada que funciona hoje pode perder o sentido em pouco tempo, então fazemos atualizações a cada ensaio para que possamos manter a peça atual em todas as sessões e temporadas”, contam.

A peça foi viabilizada pelo Grupo Trapiche de Teatro, que tem como essência de seus estudos encontrar pontos de intersecção entre o teatro musical, o cinema e o teatro clássico ou teatro de texto. “Trazer um tema de tamanha relevância como esse, em um país onde ainda sofremos com a falta de apoio e preocupação com o portador de necessidades especiais num espetáculo voltado para o público infantil e jovem, colabora no debate e age como agente facilitador para a discussão principal”, conta Nayana Gomes, do Grupo Trapiche.

Ao convidar os artistas para criar a nova versão de A Borboleta Sem Asas, o Grupo Trapiche deu total liberdade para que a equipe criativa desenvolvesse a peça. “Fizemos uma audição em que recebemos mais de 200 currículos. Fizemos testes com 60 pessoas, chegamos em 18 e selecionamos para a montagem sete artistas”, contam Paula e Bebel.

Além da exigência de que os selecionados fossem habilitados para atuar de acordo com técnicas do teatro musical, a seleção também levou em conta a diversidade, resultando assim num elenco plural em vários aspectos. “Temos atores de Fortaleza, Distrito Federal, Manaus e interior de São Paulo, em cidades como Caieras, Bauru e Santo André”, conta o diretor musical Vinícius Layola.

Para a equipe, as personagens da peça também trazem elementos humanos que podem gerar reflexões nos adultos e crianças sobre o respeito à diversidade. “O zangão é debochado e vaidoso, a abelha é muito trabalhadora, o caracol é um tipo apaixonado e o vagalume é um sábio”, contam as diretoras. Okura, único integrante que também faz parte da equipe original de A Borboleta Sem Asas, afirma que mesmo com todas adaptações, a mensagem de acolhimento das diferenças e do entendimento que são elas que nos fazem únicos está mantida na peça. “Essas questões são atemporais e estão retratadas o tempo inteiro”, opina.

SINOPSE
O espetáculo é ambientado em um grande jardim, onde vários animais e insetos buscam viver em harmonia. Assim, à medida que segue em direção ao lago, Babi, a borboleta sem asas, conhece o caramujo Magnólio, a abelha Abel e o vagalume Lamparino, entre outros, cada um com sua particularidade. E vai descobrir, nessa caminhada, que as deficiências são eficiências singulares, um modo particular de ser e estar na vida.

FICHA TÉCNICA
De: César Cavelagna
Texto: Marcos Ferraz
Direção Artística: Paula Flaibann e Bebel Ribeiro
Direção Musical: Vinícius Loyola
Cenário e Figurino: Juliana Sanches e Felipe Cruz
Elenco: Ana Bia Matos (Babi), Alba Brito (Abel), Daniel Selles (Lamparino), Bruno Vaz (Zangão), Maísa Lacerda (Amélia), Fabio Fernandes (Magnólio) e Giovanna Federzoni (Hortência)
Realização: Grupo Trapiche
Produção: Nayana Gomes

SERVIÇO
A Borboleta Sem Asas
Dia 25 de setembro de 2019
, quarta-feira, às 9h30 e às 14h30
Theatro Polytheama
R. Barão de Jundiaí, 176 – Centro, Jundiaí
Tel: (11) 4586-2472
Duração: 60 minutos
Ingresso: R$40 (inteira) e R$ 20 (meia)
Classificação: Livre (Recomendado para crianças a partir de 4 anos)

Autodidata, palmeirense, apreciador de whisky e filho de "nossa terra querida", Fillipe foi criado em Jundiaí. É autoridade em Marketing de Influência. Possui grande notoriedade por ter em seu currículo, especialidade em Estratégia, Conteúdo e Ações Práticas no Marketing de Influência. Hoje, é o atual executivo da Oak Comunicação, agência paulistana de marketing de influência, relações públicas e assessoria de imprensa, onde já atendeu diversos dos maiores influenciadores e personalidades do Brasil. Trabalhou em campanhas para diversas marcas como: Rappi, Hopi Hari, VIACOM, Jack Daniels, Camarote Fan Zone, Wet’n Wild, Allianz Parque, Nickelodeon, entre outras. Fillipe também é editor-chefe do Jornal O Dia Jundiaí, diretor criativo na agência Oak Design, onde desenvolve atividades de gestão de mídias sociais, bem como análise e mensuração de resultados, e nas horas vagas é “blogueirinho” - como ele mesmo se nomeia - no Descubra Jundiaí.

Entretenimento

YouTube NextUp Artistas: Renan Cavolik é um dos selecionados

Avatar

Publicado

em

Foto: Diego Padilha

O cantor jundiaiense Renan Cavolik foi selecionado para o NextUp Artistas, programa de aceleramento de carreiras promovido pelo YouTube mundialmente. Ao todo, doze promessas da música foram selecionadas dentre mais de 1,5 mil inscrições.

O projeto coloca os artistas em imersão durante cinco dias para painéis e workshops com profissionais da indústria da música. Representantes de gravadoras, empresários, curadores musicais, relações públicas e jornalistas orientam os participantes.

Realizada no Rio de Janeiro, onde fica o YouTube Space Brasil, a versão nacional do programa é a única em todo mundo que já conta com duas edições, reflexo da diversidade e da qualidade da música produzida no país.

Além de Renan, participam desta edição Luísa e os Alquimistas, Nayra Lays, Cais, Lucas Boombeat, Gavi, LaMona Divine, Julio Secchin, Hodari, Laypold, Banda Hotelo e Dan Stump.

Acompanhe o Renan nas redes:
www.instagram.com/renancavolik
www.facebook.com/renancavolik
www.youtube.com/renancavolik

Assista ao clipe Colo, o preferido da nossa redação:

Continuar Lendo

Entretenimento

Wet’n Wild apresenta show com Gusttavo Lima

Avatar

Publicado

em

Fenômeno do sertanejo universitário abre a temporada de verão do parque

O Wet’n Wild se prepara para receber um dos maiores artistas brasileiros da nova geração para um super show que dará início à sua temporada de verão. Dia 1º de dezembro, a festa no parque de diversão mais amado pelos paulistanos será comandada pela avalanche do sertanejo universitário, Gusttavo Lima.

Dono de grandes sucessos da música brasileira da atualidade, embaixador apresentará no palco do Wet hits do seu recente DVD “O Embaixador in Cariri”, como Milu, Quem traiu levou, Cem mil, entre muitos outros que estão na cabeça dos milhares de fãs. O show promete elevar ainda mais a temperatura no Wet’n Wild!

Além da apresentação de Gusttavo Lima, os visitantes ainda poderão curtir as mais de 25 atrações do parque, entre elas o radical Meteor, o maior tobogã com cápsula do mundo, onde os visitantes mais corajosos descem a uma velocidade de 100 km/h, simulando uma queda livre de mais de 40 metros de altura. 

Serviço:
Show com Gusttavo Lima
Data: 1º de dezembro
Horário: 15h30 (parque aberto das 10 às 18h)
Valores:
Pista 1º Lote (limitado): R$ 109,00
Pista Premium 2º Lote (limitado): R$ 169,00
Mezanino Open Bar (das 14h30 as 17h30: água, refrigerante e cerveja): 1º Lote (limitado) – R$ 229,00
Camarote Open Bar & Food (das 12h30 às 15h30 alimentação / água refrigerante e cerveja liberado): 1º Lote (limitado) – R$ 299,00 
*Ingressos disponíveis na WetShop (www.wetshop.com.br). 
Não haverá venda de ingressos no dia do show.

Continuar Lendo

Entretenimento

Celebridades internacionais do mundo dos games estão entre as atrações da BGS 2019

São 13 convidados já confirmados, sendo 9 pela primeira vez na maior feira de games da América Latina e 4 para um reencontro com os fãs

Avatar

Publicado

em

Foto: Brasil Game Show / Sand Filmes

Fã que é fã não sabe apenas quem são os protagonistas do filme ou o vocalista da banda. Conhece todo o elenco, os diretores, acompanha a obra e a carreira dos seus ídolos.  No mundo dos games é assim também. Além de jogar, os fãs sabem tudo sobre seus games preferidos e querem conhecer os ‘humanos’ por trás de histórias, desafios, fantasias, combates, lutas, perseguições etc. No Brasil, a grande oportunidade para esse encontro acontece anualmente, quando a Brasil Game Show traz alguns dos principais nomes da indústria mundial para ficarem frente a frente com o público. Para a  edição 2019 da BGS, por exemplo, que acontece de 9 a 14 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo, já estão confirmadas treze celebridades dos videogames, nove pela primeira vez, atraídas pelo sucesso da maior feira de jogos da América Latina, e quatro para um reencontro com fãs apaixonados e fieis. 

Entre os estreantes está Hidetaka Miyazaki, que trocou uma carreira estável numa grande indústria de software para trabalhar como game designer e hoje é um dos nomes mais respeitados do mercado. Diretor de   Sekiro: Shadows Die Twice, game lançado no início deste ano e que em apenas 10 dias vendeu mais de 2 milhões de cópias, Miyazaki estará na BGS 2019 em 9 e 10 de outubro, participará da cerimônia de abertura e de um exclusivo meet & greet para apenas 30 fãs. O criador de Armored Core 4 (seu primeiro trabalho na From Software) e Armored Core for Answer, diretor de Demon’s Souls, Dark Souls, Bloodborne, Dark Souls III, Déraciné e do recém-lançado Sekiro: Shadows Die Twice, também estará na Avenida Indie (10/10),  deixará suas mãos gravadas no Wall of Fame e receberá o prêmio Lifetime Achievement Award.

Quem também estará pela primeira vez na BGS é John Romero, game designer de alguns dos maiores clássicos do mundo dos games, como DOOM, Wolfenstein 3D e Quake. Considerado “o pai” dos jogos de tiro em primeira pessoa, e um dos profissionais mais aclamados e premiados da indústria dos jogos eletrônicos, Romero estará na BGS entre 11 e 13 de outubro e cumprirá uma agenda repleta de atividades com os fãs, como sessões de fotos e autógrafos na área gratuita de meet & greet, apresentações no BGS Talks, onde revelará aos fãs curiosidades de sua carreira e participação como jurado de concursos de cosplay. Romero também gravará suas mãos no Wall of Fame e receberá o Lifetime Achievement Award, honraria concedida pela BGS a personalidades da indústria dos games.

 Também participarão da BGS pela primeira vez os atores Steven Ogg, Shawn “Solo” Darnell Fonteno e Ned Luke, trio que  deu vida aos icônicos personagens do jogo GTA V, um dos produtos de entretenimento mais vendidos no mundo e quebrou sete recordes mundiais no seu lançamento, como os de jogo a arrecadar US$1 bilhão no menor tempo – em apenas três dias –, título com maior arrecadação em 24 horas (US$ 815 milhões) e trailer mais assistido entre jogos do seu gênero. Nos dias 11, 12 e 13 de outubro, eles participarão da abertura da BGS, de sessões de meet & greet e de painel no BGS Talks. Os três também terão as mãos gravadas no Wall of Fame.

Entre os estreantes na BGS ainda estarão Gary Stern e Howard Scott Warshaw. Stern é presidente da Stern Pinball, a mais antiga, maior e mais reconhecida marca de jogos de pinball, que desde 1930 cria, projeta, fabrica, comercializa e distribui uma linha completa de jogos, peças e acessórios, mantendo uma legião de fãs e conquistando outros que estão descobrindo o fascínio tentador do fliperama. Howard é um dos primeiros desenvolvedores de jogos eletrônicos e autor de diversos títulos famosos para o Atari, como Yars’ Revenge, considerado um dos melhores games do lendário videogame;  Raiders of the Lost Ark, jogo baseado no filme “Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida”, e E.T. The Extra-Terrestrial, que ficou marcado como uma das maiores polêmicas da história dos games. Howard, que além de desenvolvedor é artista, tecnólogo e psicoterapeuta no Vale do Silício (Califórnia – EUA), estará no evento de 10 a 13 de outubro, recepcionando o público na abertura e participando de painéis no BGS Talks e de encontros no Meet&Greet Intel.

Al Lowe é outra novidade da BGS 2019. O designer, programador, músico e criador de jogos polêmicos que misturam humor irreverente, temática adulta e aventuras por cenários inusitados, como os da série Leisure Suit Larry, estará presente em todos os dias do evento e o público poderá encontrá-lo na cerimônia de abertura, no Meet & Greet Intel, no BGS Talks, em concursos de cosplay como jurado, e gravará suas mãos no Wall of Fame.

Completando o time de celebridades estreantes na BGS, está D.C. Douglas, ator que empresta a voz a Albert Wesker, o temido vilão de Resident Evil. Nos dias 10,11 e 12 de outubro ele participará de sessões gratuitas de meet & greet, de painéis no palco do BGS Talks e também como jurado, nos concursos de cosplay. Conhecido por gamers de todo o mundo por seu trabalho em  nove títulos da série Resident Evil, D.C.Douglas participou de mais de 200 filmes e programas de TV, como “Star Trek: Enterprise,” “Isle of the Dead”, e também esteve em animes e desenhos, como “Boruto: Naruto Next Generations”, “Persona 5: the Animation”, “Tom and Jerry” e “Transformers: Rescue Bots”.

Reencontro com fãs brasileiros

Outras quatro celebridades do mundo dos games estarão novamente na BGS: Ed Boon, Yoshinori Ono,  Charles Martinet e Shota Nakama.

Ed Boon, cocriador de Mortal Kombat, uma das maiores franquias de luta de todos os tempos, e diretor criativo responsável pela franquia de jogos de luta Injustice, baseada nos personagens da DC Comics, estará na feira nos dias 12 e 13 e no Meet & Greet Intel nos dois dias. No domingo, ele também participará da cerimônia de abertura da feira e de uma sessão do BGS Talks, respondendo às perguntas dos fãs ao vivo.

O carismático Yoshinori Ono também retorna ao Brasil e estará na BGS 2019 todos os dias.  Famoso por seu trabalho como produtor executivo da série Street Fighter, Ono-san terá diversos momentos de interação com os fãs, como as sessões no Meet & Greet Intel, painéis no BGS Talks e participação como jurado dos concursos de cosplay.

 Charles Martinet, que em 2018 arrastou uma multidão querendo ouvi-lo repetir It’s me, Mario!,  expressão do icônico encanador da Nintendo por ele dublado em mais de cem jogos, estará na BGS nos dias 9,10 e 11 de outubro, quando participará das cerimônias de abertura, de sessões de meet & greet e de um painel sobre sua carreira no BGS Talks.  

Shota Nakama, que assinou a produção musical de franquias populares como Sonic Mania, Final Fantasy e Kingdom Heart, estará no evento todos os dias e poderá ser visto em sessões  de meet & greet, em apresentações no BGS Talks,  como jurado nos concursos de cosplay ou, ainda, comandando duas apresentações ao vivo e exclusivas no Brasil da Video Game Orchestra, que aplica o conceito  “rockestral” (mistura de coral, rock e orquestra) e faz a releitura de clássicas trilhas sonoras de games. Os shows serão nos dias 11/ 10, às 21h30, e 12/10, após o campeonato de CROSSFIRE no palco da BGS Esports.

Além de ouvir os  grandes nomes da indústria mundial  nos painéis do BGS Talks, encontrá-los no BGS Meet&Greet Intel ou no BGS Cosplay,  vê-los deixar suas mãos gravadas no Wall of Fame, os visitantes da BGS 2019 terão atrações de 400 expositores,  campeonatos de esportes eletrônicos (BGS Esports), jogos de estúdios nacionais (Avenida Indie), maratona de desenvolvimento de games (BGS Jam), dezenas de máquinas de pinball e arcade liberadas para o público (BGS Pinball &  Arcade Matic) e milhares de estações de jogos para jogar à vontade.

Para mais informações, acesse: www.brasilgameshow.com.br

Serviço – BGS 2019
Quando: 09 a 13 de outubro (1º dia exclusivo para imprensa e negócios)
Onde: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme, São Paulo/SP
Horário: 13h às 21h

Ingressos – 9° lote (de 28/09 a 8/10)
Individual: R$125 (ingresso válido para um dia de evento aberto para público – 10, 11, 12 (esgotado) ou 13 de outubro) – 3% de desconto.
Passaporte: (acesso a todos os dias de evento abertos ao público – 10, 11, 12 e 13 de outubro) – ESGOTADO
Premium: R$699 (acesso a todos os dias de evento, incluindo o dia exclusivo para imprensa e business – 9,10, 11, 12 e 13 de outubro). No dia 9/10, a entrada será permitida a partir das 15h, e nos dias abertos ao público a partir das 12h. O ingresso Premium também permite o acesso diferenciado e sem fila – 12% de desconto.
Business: R$699 (acesso a todos os dias de evento, incluindo o dia exclusivo para imprensa e business – 9,10, 11, 12 e 13 de outubro). Em 9/10, a entrada será permitida a partir das 15h, e, nos dias abertos ao público, a partir das 12h por entrada diferenciada. O ingresso também dá acesso à área B2B – 12% de desconto.
Camarote BGS (All Inclusive): R$1699,00. Novidade de 2019, garante entrada exclusiva pelo mezanino em todos os dias de evento, incluindo o dia restrito para imprensa e business.  Em 9/10, a entrada é partir das 15h, e de 10 a 13/10 a partir das 11h30 – uma hora e meia antes da abertura oficial para o público. Ingresso dá acesso a duas áreas exclusivas, de 150m² e 170m², com lounges, open drink de energéticos e snacks, sessões rápidas de massagem, espaço de barbearia (Barber Space) para homens e de serviços de beleza para mulheres.

Sobre a BGS: A Brasil Game Show (BGS) é a maior feira de games da América Latina e uma das maiores do mundo em público e área. Realizada pela primeira vez em 2009, inicialmente como Rio Game Show, na capital fluminense, já recebeu mais de 1,8 milhão de visitantes somando todas edições e, atualmente, ocupa todos os pavilhões do Expo Center Norte, em São Paulo. Reúne as principais empresas do segmento, é palco dos grandes lançamentos do ano, atrai personalidades da indústria mundial de jogos eletrônicos e abre espaço para estúdios independentes. A BGS é também uma grande oportunidade de negócios que atrai investidores, empresários e profissionais do mercado de games e tem uma forte preocupação social, tendo arrecadado e doado mais de 400 toneladas de alimentos ao longo de suas 11 edições.

Continuar Lendo

+ Lidas da semana