Fique Conectado

Jundiaí

Programa Cidade Legal amplia regularizações fundiárias em Jundiaí

Ampliação do Programa Cidade Legal em Jundiaí permitirá que mais famílias recebam a matrícula do imóvel (lote e construção), como foi feito neste ano na Vila dos Sonhos, no Jardim São Camilo

Foto: Divulgação
Avatar

Publicado

em

Os trabalhos de regularização fundiária promovidos pela Prefeitura de Jundiaí através da Fundação Municipal de Ação Social (FUMAS) acabam de receber mais um importante reforço vindo através do Programa Cidade Legal, ligado à Secretaria de Estado da Habitação. Em visita realizada na manhã desta quarta (25) à Daniela Altavista, secretária executiva responsável pela coordenação do programa, a superintendente da FUMAS, Solange Marques, confirmou a notícia de que Jundiaí receberá recursos para estender para todo o Jardim Novo Horizonte os trabalhos de regularização fundiária que já foram iniciados para 211 moradias pertencentes à Fase 1.

A regularização fundiária de uma moradia significa que a família que reside naquele espaço terá lote e construção regularizados, ou seja, será o proprietário do imóvel que ocupa. “Já estamos regularizando com orçamento municipal a primeira fase do Jardim Novo Horizonte e, recentemente, recebemos a liberação de recursos do Cidade Legal para regularizar em torno de 700 moradias em outros dois núcleos, o Jardim Antonieta e o Jardim Vitória (Núcleo Balsan)”, contou a superintendente, lembrando que há poucos dias a equipe técnica da FUMAS iniciou os trabalhos de conferência cadastral das moradias incluídas na primeira fase da regularização fundiária do bairro, que contempla 211 lotes.

“Com esta resposta favorável que tivemos hoje pelo Cidade Legal, agora teremos como concluir toda a regularização no Novo Horizonte. Nos próximos dias, o Cidade Legal fará uma vistoria no bairro e, em breve, receberemos a ordem de serviços para iniciarmos as primeiras ações, como levantamentos fundiários e diagnósticos do restante das moradias. Os trabalhos serão divididos em etapas, a serem definidas após a vistoria”, comemorou a superintendente, que na reunião esteve acompanhada do superintendente adjunto de Políticas Habitacionais da FUMAS, Leopoldo Brunelli.

Prioridade para a regularização

Desde o início do ano, o trabalho de regularização fundiária teve muitos avanços em Jundiaí. “Estamos passando por um momento no Brasil em que é muito difícil conseguir viabilizar a construção de novos empreendimentos habitacionais de interesse social. Diante disso, é uma prioridade do nosso prefeito Luiz Fernando Machado que sejam regularizadas o maior número possível de moradias, para que as famílias possam ter a segurança de ter a documentação com a matrícula em seu nome, tanto do lote quanto da construção”, ressalta Solange, lembrando que a Vila dos Sonhos, no Jardim São Camilo, e o Jardim Nascente, no Parque Centenário, foram regularizados neste ano.

“São 24 imóveis na Vila dos Sonhos e outros 114 no Jardim Nascente que já estão com a matrícula em dia”, comemora, lembrando que outros bairros já se encontram com projeto de regularização fundiária em andamento, como Jardim Fepasa (Fase 1), Jardim São Camilo, Recanto Boa Vida, Recanto Novo, Rententem, Vila Ana (Fase 1 a 5), Jardim Vitória da Conquista e Portal da Vitória e Parque Centenário (área do DER).

Na última segunda (23), a equipe da FUMAS esteve presente no Jardim Antonieta, onde informou os moradores que os 121 lotes do bairro também deverão ser regularizados nos próximos meses. “Entramos na reta final da regularização do Jardim Antonieta e agora estamos iniciando a elaboração do projeto de regularização fundiária e, para que os trabalhos não sejam prejudicados, estão interrompidas quaisquer ampliações ou novas construções no bairro”, lembrando que o projeto toma por base o Lepac (Levantamento Planialtimétrico Cadastral) realizado em 2016 e atualizado em agosto de 2018, a partir de modificações feitas pelos moradores com o consentimento e anuência da FUMAS. “É fundamental a compreensão de todos quanto ao congelamento do núcleo, para que, uma ação única de um morador não prejudique toda a comunidade que deseja resolver esta pendência e ter o título de proprietário de seu imóvel”, alertou.

Continuar Lendo
PUBLICIDADE
Clique para comentar

Jundiaí

Coca-Cola traz Praça da Cidadania para a Festa do Dia das Crianças de Jundiaí

Evento em 12 de outubro no Parque da Cidade terá serviços gratuitos para a população

Avatar

Publicado

em

A Festa do Dia das Crianças em Jundiaí ganhará novamente este ano uma atração especial. A Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas, levará ao evento a Praça da Cidadania, um conjunto de serviços e atividades variadas gratuitas para toda a família, compreendendo prevenção e cuidados com a saúde, entretenimento e educação.

A Praça da Cidadania será realizada no Parque da Cidade neste 12 de outubro (sábado), das 10h às 16h, em parceria com a DAE Jundiaí e Prefeitura Municipal de Jundiaí. A ação mobilizará mais de 200 voluntários para o atendimento da população e acontecerá na Praça Pôr do Sol, no interior do parque.

“É muito gratificante proporcionar esse evento para os moradores de Jundiaí, sede de nossa maior fábrica. Temos o compromisso de cuidar do entorno de nossas operações e a Praça da Cidadania, alinhada a essa preocupação, busca contribuir para o bem-estar da comunidade, disponibilizando várias atividades capazes de despertar as pessoas para cuidados e hábitos importantes para uma vida equilibrada e saudável”, destaca Wanessa Scabora, Gerente de Comunicação Externa e Sustentabilidade da Coca-Cola FEMSA Brasil.

O grande diferencial da Praça da Cidadania é o engajamento não só dos funcionários da Coca-Cola FEMSA Brasil, mas de uma grande rede de parceiros voluntários interessados em contribuir com a iniciativa. Isso porque todo o atendimento oferecido no evento, além de gratuito, é realizado de maneira totalmente voluntária. A ação congrega, em uma exemplar demonstração de solidariedade, um expressivo contingente de membros da comunidade que doam parte de seu tempo em benefício dos que mais precisam.

Atividades e parceiros

A Praça da Cidadania em Jundiaí reunirá as seguintes atividades e respectivos parceiros: apresentação de artes circenses (ONG Lona das Artes); cálculo de IMC, glicemia, prevenção de diabetes e DST, orientação nutricional e aferição de pressão arterial (Enfermagem Arquimedes); Campanha do Outubro Rosa, com a distribuição de lacinhos rosa, viseiras e informativos, além de orientação para prevenção do câncer de mama (Instituto Avon); atividades recreativas de handebol, com mini jogos e jogos lúdicos com alvo (Jundiaí Handebol Clube); escovódromo para crianças (Secretaria Municipal de Saúde); aulas de zumba (Ger@ção); apresentações do Pocket Show Sésamo e cortejo de personagens (Sesamo); apresentação do canil da Guarda Municipal de Jundiaí; oficinas de reciclagem, compostagem e descarte correto (Ambipar); orientação vocacional, sobre currículo, carreira e entrevista , entrevista de emprego (Psicologia UNIP); visualização em microscópio de aspectos animais e flora da região (Ciências Biológicas UNIP); orientação jurídica (Direito UNIP); antropometria e orientação nutricional  (ETEC Benedito Storani); Cine Fini – Carreta com cinema para crianças (Fini Brasil); orientação curricular e recreação infantil (pintura facial, oficina de arte e Infláveis) por meio de voluntários da Coca-Cola FEMSA Brasil.

SERVIÇO:
Praça da Cidadania da Coca-Cola FEMSA Brasil
Data: 12 de outubro (sábado)
Horário: das 10h às 16h
Local: Parque da Cidade/Festa do Dia das Crianças
Endereço: Rodovia João Cereser – Pinheirinhos – Jundiaí (SP)
Atendimento gratuito

Continuar Lendo

Jundiaí

Espetto Carioca inaugura nova unidade em Jundiaí na próxima quarta-feira

Avatar

Publicado

em

espetto carioca jundiai

Nova loja do Espetto Carioca em Jundiaí será a quinta em São Paulo e dá continuidade ao plano de expansão da rede no Estado   

Espetto Carioca – rede de bares e restaurantes especializada em espetos – inaugura loja em Jundiaí, no bairro Vila Virginia, no dia 16 de outubro. A marca aposta no potencial de mercado da região dando continuidade ao plano de expansão em São Paulo. Essa será a quinta loja no Estado e a primeira do município.  A nova unidade tem um investimento na ordem de R$ 600 mil, com uma área de 230 m². O projeto arquitetônico é assinado pela Camila Saavedra.

Para o franqueado da nova loja, Luigi Iannacone, a unidade de Jundiaí tem tudo para ser um sucesso. “O projeto da franquia Espetto Carioca une fatores que são extremamente importantes para o sucesso de um estabelecimento como: Cardápio de alimentação diversificado, porém funcional, bebidas com grande apelo popular, ambientação que chama atenção e entretenimento agradável para todos os públicos”, relata.

Com a abertura de Jundiaí, a rede segue seu plano de expansão e celebra sua 34º unidade. Com 27 lojas no Rio de Janeiro, quatro em São Paulo (Campinas, Piracicaba, Guarulhos e Jardins), uma na Bahia (Salvador) e uma no Rio Grande do Sul (Porto Alegre), a marca espera um aumento de 30% no faturamento em 2019 e prevê inaugurar 18 novas unidades até o final do ano.

“Entendemos que o São Paulo seja um grande mercado para o Espetto. Estamos abrindo a primeira loja em Jundiaí e estruturando o suporte aos franqueados para São Paulo. Isso tudo nos gera uma ótima expectativa de chegada, nossa aposta é grande, não apenas em Jundiaí, mas em toda mercado paulista”, afirma Leandro Souza, presidente da rede Espetto Carioca.

Com a inauguração da unidade em Jundiaí, o Espetto Carioca se coloca como um dos melhores investimentos do mercado de franquias. Em 2018, o faturamento da rede foi de R$ 72 milhões, um crescimento de 13,61% frente o ano de 2017. 

A marca dispõe de diversos modelos de franquias – a partir de R$ 190 mil –, como por exemplo a loja, quiosque bar, fast e bar e restaurante. Cada proposta de franquia é pensada para atender aos mais variados tipos de franqueados e se adaptam a qualquer ambiente.  Com sua rede consolidada no mercado nacional, o Espetto Carioca já estuda expandir seus negócios para o exterior, mais precisamente as cidades de Orlando (Estados Unidos), Lisboa (Portugal) e Santiago (Chile), com investimento de 300 mil dólares, 200 mil euros e 500 mil reais, respectivamente.      

Continuar Lendo

Jundiaí

Associação Almater, de Jundiaí, vence edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’ da Coca-Cola FEMSA Brasil

Companhia fará aporte de até R$ 50 mil na abertura de um curso de cozinha experimental que vai alimentar 150 crianças

Avatar

Publicado

em

A Associação Almater, de Jundiaí, foi uma das vencedoras da edição 2019 do edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’da Coca-Cola FEMSA Brasil, cujo objetivo é incentivarprojetos sociais de instituições sem fins lucrativos que atuam em regiões onde a companhia está presente. Denominado ‘Alimentando o futuro’, o projeto selecionado da instituição permitirá a abertura de um curso regular de cozinha experimental para capacitar diretamente 20 mulheres e utilizar o produto desse curso como fonte de alimento para 150 crianças que já são atendidas pela entidade.

“Tivemos excelentes projetos inscritos este ano e a escolha destes 11 não foi uma tarefa fácil. Porém, temos orgulho dos escolhidos e possuímos total certeza que eles farão trabalhos importantes para as comunidades locais, compartilhando o nosso DNA sustentável com ainda mais pessoas”, afirma Wanessa Scabora, Gerente de Comunicação Externa e Sustentabilidade da Coca-Cola FEMSA Brasil.

“Para nós, a seleção do nosso projeto significa muito mais do que apenas o recurso financeiro. Significa reconhecimento e oportunidade. Reconhecimento pelo trabalho que já realizamos e pela legitimidade das nossas demandas, do nosso território, e oportunidade de crescer muito mais, de plantar uma sementinha de um novo projeto que nos permitirá alcançar um universo de possibilidades”, destaca Narrinam Camargo, responsável pelo projeto da Almater. “Nós atuamos com crianças, adolescentes e suas famílias na área da defesa e garantia de direitos, e sabemos que a realidade da fome e da pobreza muitas vezes nos limitam, por isso, este projeto nos permitirá criar e aprimorar estratégias para combater a fome, a má alimentação e o aproveitamento integral dos alimentos, e aí sim, continuar avançando na luta pela transformação social que sonhamos”, completa.

Dentre os critérios estabelecidos para a escolha das 11 ONGs vencedoras, um dos mais importantes era o alinhamento aos pilares de Sustentabilidade da companhia, por meio dos temas meio ambiente, desenvolvimento comunitário e estilo de vida saudável.

Este ano, a edição recebeu um aporte total de até R$ 350 mil, sendo até R$ 50 mil para cada uma das sete cidades contempladas: Marília, Sumaré, Jundiaí (todas em SP), Itabirito (MG), Porto Alegre (RS), Curitiba e Maringá (PR), tendo este valor rateado entre as ONGs que se situam na mesma localidade. Os projetos escolhidos deverão ser desenvolvidos em um prazo de 12 meses e serão acompanhados de perto pela Coca-Cola FEMSA Brasil.

A lista de todos os vencedores está disponível no  www.ideiasparaummundomelhor.com.br

Sobre o projeto da Almater

Atualmente ocupando o Centro Comunitário do Jardim São Camilo, em Jundiaí, bairro de alta vulnerabilidade social, a Associação Almater atende 150 crianças e adolescentes, e são inúmeras as situações de jovens atendidos que relatam passar fome em casa, com extrema restrição de alimentos, pouquíssimas refeições ao dia com baixo valor nutricional, devido principalmente à extrema pobreza e famílias numerosas.

O projeto ‘Alimentando o futuro’ visa a promover uma transformação no cotidiano dessas crianças e adolescentes, bem como de suas famílias, tendo os alimentos, o conhecimento e a tecnologia como principais ferramentas para esse processo.

O curso regular de cozinha experimental que será organizado pela Almater com o incentivo da Coca-Cola FEMSA Brasil destina-se a 20 mulheres socialmente vulneráveis na região da entidade. Terá duas turmas, com 10 integrantes cada, e busca capacitar as participantes para o aproveitamento integral dos alimentos, por meio da produção de receitas com ingredientes baratos e de rápido preparo. O objetivo é cozinhar tendo como base alimentos orgânicos e de fácil acesso, aumentando a utilização de cascas, folhas, talos e sementes, contribuindo para um maior consumo diário de frutas e hortaliças e reduzindo a ingestão de alimentos industrializados, com alto teor de açúcares e baixo valor nutritivo.

Jovens da Bom Pastor produzem vídeo e revista

Um vídeo e uma revista para ajudar a conscientizar sobre a importância do uso consciente da água e do correto descarte de resíduos, como medidas essenciais para a preservação do planeta. Esses são os primeiros resultados apresentados pela ONG selecionada na edição de 2018 do edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’.

O projeto Mídia Cidadã, da Associação Acolhimento Bom Pastor, mobilizou em torno de 20 adolescentes atendidos pela instituição no Jardim Novo Horizonte para a produção dos trabalhos desde janeiro deste ano.

Eles pesquisaram a respeito de temas relacionados à sustentabilidade ambiental e participaram de oficinas de capacitação sobre produção audiovisual, editoração e uso de mídias sociais na propagação e na defesa das causas ambientais. Depois, foram à campo para fazer entrevistas.

Com cerca de 13 minutos de duração, o vídeo aborda ações práticas implementadas pelo município de Jundiaí para o uso sustentável de seus recursos hídricos a partir de entrevistas com representantes do poder público, como o prefeito Luiz Fernando Machado. Traz ainda depoimentos de jovens da Associação Bom Pastor sobre hábitos que adotam em relação aos resíduos produzidos em casa e para economizar água. O audiovisual dispõe de interpretação para a Língua Brasileira de Sinais (Libra) e está disponível no YouTube em https://www.youtube.com/watch?v=aJf6-KklJjM&t=233s

A revista também destaca os benefícios que o uso responsável da água e a gestão correta dos resíduos sólidos, como a destinação para reciclagem, proporcionam ao meio ambiente. Com oito páginas, impressão colorida e tiragem de 3 mil exemplares, a publicação será distribuída em escolas da rede municipal de Jundiaí.

“É um projeto que contribui para o empoderamento dos jovens atendidos pela nossa entidade e dissemina informação que pode tornar a vida das pessoas na cidade mais saudável”, afirma Reinaldo Fernandes, coordenador do Mídia Cidadã. O programa ainda vai tratar de outros temas relacionados à sustentabilidade em futuros documentários e revistas.

Continuar Lendo

+ Lidas da semana