Primeiro-ministro canadense: Rússia está procurando um pretexto para intensificar sua agressão contra a Ucrânia

  • Quando perguntado sobre os planos no caso de pessoal da embaixada canadense ou militares canadenses na Ucrânia serem evacuados, Trudeau disse que vários planos de contingência estão sendo desenvolvidos.
  • Na terça-feira, Trudeau se reuniu com seus ministros sobre a Ucrânia. A reunião também contou com a presença do Chefe do Estado Maior General Wayne Eyre
  • Ao mesmo tempo, ele destacou o apoio contínuo à Ucrânia e observou a necessidade de trabalho diplomático
  • Mais informações semelhantes podem ser encontradas na página inicial da Onet

O primeiro-ministro canadense Justin Trudeau acredita que a Rússia está procurando uma desculpa para intensificar sua agressão contra a Ucrânia. Durante uma conferência de imprensa, Trudeau garantiu ao Canadá o apoio do Canadá à Ucrânia.

– A Rússia está procurando desculpas ou razões para continuar e até intensificar sua agressão contra a Ucrânia. Estamos lá como parte da operação da UNIFIL, treinando e apoiando os soldados ucranianos, e fornecemos apoio de várias maneiras e continuaremos a fazê-lo, disse Trudeau, observando que as decisões tomadas pelo governo canadense visam manter a paz.

– Sim, temos medo de um conflito armado, estamos muito preocupados com a posição do governo russo, o que eles dizem, o fato de enviar soldados para a fronteira com a Ucrânia. Trudeau acrescentou que compartilhamos essa preocupação com nossos aliados em todo o mundo e com o governo ucraniano.

Ao mesmo tempo, ele enfatizou a continuação do apoio à Ucrânia e observou a necessidade de trabalho diplomático. Quando perguntado sobre os planos no caso de pessoal da embaixada canadense ou militares canadenses na Ucrânia serem evacuados, Trudeau disse que vários planos de contingência estão sendo desenvolvidos.

READ  As florestas estão queimando na Argentina. Governo emite alarme de incêndio em todo o país

O restante do artigo está disponível no vídeo:

Relações entre Canadá e Ucrânia

O Canadá reconheceu a independência da Ucrânia há 30 anos. Desde 2015, o Canadá opera a Operação UNIFIER na Ucrânia. Como parte da missão de treinamento, o Canadá envia um grupo de 200 militares das Forças Armadas canadenses à Ucrânia a cada seis meses, que treinaram 12,5 mil pessoas. Pessoas. A última mudança foi o término de sua residência em março deste ano. Na quarta-feira, Trudeau disse que o governo planeja estender a missão de treinamento. “É um compromisso contínuo, e ficaremos informados quando chegar o momento de anunciar o prolongamento da missão”, sublinhou.

A fragata canadense HMCS Montreal deixou Halifax na quarta-feira para o Mediterrâneo, informou a agência de notícias canadense. A fragata de 240 soldados ficará nas águas do Mediterrâneo por seis meses como parte da operação da OTAN.

Na terça-feira, Trudeau se reuniu com seus ministros sobre a Ucrânia. A reunião também contou com a presença do Chefe do Estado Maior General Wayne Eyre. A ministra da Defesa canadense, Anita Anand, conversou com o ministro da Defesa ucraniano, Oleksig Reznikov, esta semana.

A ministra canadense das Relações Exteriores, Melanie Jolie, visitou a Ucrânia nos últimos dias. Em entrevista à rádio pública de língua francesa Canada Radio na segunda-feira, Jolie lembrou que o Canadá apoia os planos da Ucrânia de ingressar na OTAN. Na segunda-feira, Jolie se encontrou com o primeiro-ministro ucraniano Denis Shmyal e o vice-primeiro-ministro da Ucrânia para a Integração Europeia e Euro-Atlântica Olha Stefanisina. Quando questionada sobre a possibilidade de o Canadá ajudar na venda de armas, Jolie respondeu: “Claro que é importante fazermos nossa parte nessas circunstâncias”, mas não deu detalhes. Jolie encerrou suas conversas na Ucrânia na terça-feira com uma reunião com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky.

READ  Noruega: sąd odrzucił wniosek Andersa Breivika o warunkowe zwolnienie

Jolie se encontrou em Paris na quarta-feira com o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian. Ucrânia.

Estamos felizes por você estar conosco. Assine a newsletter da Onet para receber o conteúdo mais valioso de nós

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

O Dia Jundiaí