O Brasil declara guerra às gangues policiais. 1.200 policiais estão envolvidos na operação

Os detalhes da operação, que foi noticiada à mídia pelos serviços policiais, mostram que na quarta-feira, tropas de policiais armados entraram na área de duas favelas do Rio de Janeiro: Zakaresinho e Musema.

De acordo com o site brasileiro “O Globo”, a operação foi particularmente perigosa na zona norte da Favela Jacquesinho, no Rio de Janeiro, onde em maio de 2021 houve um confronto entre forças de segurança e membros de gangues locais. Vinte e oito pessoas morreram no tiroteio, incluindo um policial.

“A operação policial anterior de Jacerezinho foi a mais sangrenta da história do estado do Rio de Janeiro”, escreveu o site brasileiro na quarta-feira, observando que Favela havia sido capturado por gangues de narcotraficantes por anos.

Segundo informações da “Globo”, unidades especiais, chamadas Bobe.

De acordo com a polícia brasileira, a mudança em breve será estendida a outras favelas da integração carioca: Manguinhos, Bandira II e Conjundo Morar Carrioga.

Fonte: PAP, Niezalezna.pl

READ  Dirigindo para 6: a estrela da OU Caleb Williams efeito cascata Huskers e outras equipes exigidas pelo QB | Recrutamento

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

O Dia Jundiaí