No Brasil, mais de 800 pessoas a bordo de navios de cruzeiro ficaram feridas

07-01-2022 02:08

Lançamento
07-01-2022 02:08

Foto: Sławomir Stroński / / Bankier.pl

De Natal a quinta-feira, um total de mais de 800 infecções pelo vírus corona foram confirmadas em navios que navegam na costa do Brasil, segundo os serviços médicos deste país sul-americano.

A TV Brasil, citando dados de autoridades médicas na quinta-feira, apontou que o último navio a sofrer infecções em massa foi o MSC Precioza, que retornou ao Rio de Janeiro na quarta-feira após o surto.

Na quarta-feira, após a descoberta de mais de 80 casos de Covit-19, o navio foi parado pelo proprietário do navio, que estava em uma viagem de 7 dias ao largo da costa nordeste do Brasil.

O navio, que retornou ao porto do Rio de Janeiro quatro dias depois, transportava mais de 2.000 passageiros, informou a estação brasileira.

De acordo com autoridades médicas no Brasil, o número de casos de omigran, um mutante que ainda não é dominante, está crescendo rapidamente no país. O primeiro número de mortos desta nova variante foi confirmado na quinta-feira. Um homem de 68 anos da província central de Koyas morreu. Ele recebeu três doses da vacina, de acordo com autoridades locais.

No último dia no Brasil, 128 óbitos e 35,8 mil. Governo 19 pacientes.

Marcin Jatica (BAP)

Assunto / sp /

Fonte:PAP
Temas
READ  Ex-Guarda Nacional brasileira alerta Susa "Trabalho corajoso"

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

O Dia Jundiaí