Fique Conectado

Jundiaí

100 vezes mais potente que cigarro, narguilé vira moda entre jovens jundiaienses

O Dia Jundiaí

Publicado

em

narguile

Em Jundiaí, todas as “narguilarias” visitadas estão em desacordo 
com a lei, que proíbe a venda de bebidas em tabacarias.

Encontrar em tabacarias em Jundiaí tem se tornado uma cena recorrente. Jovens se divertem espremidos em bancos enquanto fazem argolas no ar ao soltar a densa fumaça aspirada dos narguilés, que passam de boca em boca.

Um dos segredos desse negócio, segundo especialistas entrevistados, é que tanto o sabor das essências quanto as variedade de cores do narguilé o deixam com uma imagem de produto quase inofensivo.

Entretanto, médicos dizem que ele é cerca de cem vezes mais potente que um cigarro comum.

Segundo a coordenadora de fiscalização da Lei Antifumo da Vigilância Sanitária no Estado de São Paulo, Elaine D’Amico, nos últimos dois anos houve um grande aumento no número de tabacarias voltadas para o uso de narguilés. “A Lei Antifumo está em vigor desde 2009, mas as tabacarias entraram no nosso cronograma de fiscalização recentemente porque percebemos um grande crescimento desse nicho”, conta.

Autoridades e especialistas ouvidos apontaram para riscos de saúde enfrentados por usuários pelo alto teor de tabaco consumido, pela possibilidade de transmissão de doenças infectocontagiosas através do compartilhamento da piteira do narguilé e também pelo fumo passivo – caso de pessoas presentes nas tabacarias que respiram a fumaça mesmo sem dar nem sequer um trago.

Procurada, a Associação Brasileira da Indústria do Fumo (Abifumo) informou que não acompanha o crescimento desse tipo de comércio porque nenhuma empresa com foco no narguilé é associada.

‘Cachimbo de água’

De origem oriental, o narguilé é, de maneira simplificada, um cachimbo de água. O ar aquecido por carvão passa pelo fumo e resfria no líquido antes de ser aspirado – e eliminado em seguida – pelo usuário. O fumo, também conhecido como essência, é composto de tabaco e frutas ou aromatizantes.

Tabacaria ou bar?

As tabacarias contam com mesas e bancos normalmente feitos de pallet, os narguilés são colocados em posição central sobre a mesa. Por lei, não é permitido servir comida ou bebida alcoólica nesses locais.

São ambientes fechados em que o consumo de derivados de tabaco, como charutos, cigarros e narguilés, é autorizado por lei – desde que sejam respeitadas algumas determinações, com a existência de sistema de ventilação.

Desde a implantação da Lei Antifumo em 2009, a Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo fez 1,7 milhão de inspeções em locais como bares, restaurantes e tabacarias para coibir o tabagismo passivo – a inalação da fumaça produzida pelo tabaco – e aplicou 3.854 multas.

Segundo a coordenadora de fiscalização da Vigilância Sanitária, boa parte das irregularidades do tipo registradas no Estado ocorre por causa da comercialização de narguilés por bares sem licença para tal.

Outra irregularidade comum em Jundiaí, é a de empresas com CNPJ para atuar como tabacarias que vendem bebidas no mesmo espaço usado para consumo do tabaco, o que é proibido. Todas as tabacarias visitadas pela reportagem vendem bebidas alcoólicas normalmente.

As tabacarias são obrigadas a ter um sistema de exaustão para a saída da fumaça e uma placa na entrada alertando para o consumo de produtos fumígenos. Em caso de irregularidade, o comércio é autuado e pode ser multado em R$ 1.253,50. Em caso de reincidência, o valor da punição dobra. Na terceira vez, o estabelecimento é interditado por 48 horas, e na quarta, fechado por 30 dias.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo passivo é a terceira maior causa de morte evitável.

Continuar Lendo
2 Comments

2 Comments

  1. Avatar

    João

    26/03/2019 at 13:15

    Aqui nesse país tem tanta lei que ninguém consegue ter nada. Só não há lei para esses políticos corruptos que não devolvem o que roubam, não pagam multa de nada, não ficam presos e ainda criam leis absurdas que inibem o empreendedor.

  2. Avatar

    gian

    09/07/2019 at 15:37

    isso ai joão .e antes de falar que a fumaça do narguile e 100 vezes pior que a de cigarro pesquisem para não entrarem em discussão sendo leigos no assunto ok

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jundiaí

A dança das cadeiras que pode virar puxada de tapete

Caio Simão

Publicado

em

Começou a dança das cadeiras e mudanças partidárias, cada dia que passa as eleições de 2020 se tornam realidade constante nos bastidores da política municipal de Jundiaí, junto das eleições a famosa: janela eleitoral, onde os vereadores tem a oportunidade de encontrar outro projeto ou se firmar no grupo político que defendeu nos últimos 4 anos.

De fora, é complicado assimilar o que é base do governo e o que não é. A Câmara de Jundiaí que não conta com uma oposição de fato, lembra os famosos “Jogos de Comadre” onde o resultado quer dizer pouco, o importante é participar. E, de fato, todos estão participando do governo.

Olhando de maneira crítica parece que está tudo encaminhado para a base de um futuro governo ficar naquele chamado “núcleo duro” do governo que hoje conta com PSDB, DEM e PL (antigo PR), os próprios vereadores começaram as danças de cadeira envolta das siglas mandatárias da cidade, uma estratégia alucinada na minha opinião.

Explico o porquê: EM 2020 NÃO HAVERÁ COLIGAÇÃO. Os partidos poderão compor junto ao prefeito que escolherem, porém, mudou tudo no que cerne a forma tática de construção de chapa, o puxador de voto tem menor valor coletivo e a briga interna é mais relevante no contexto.

Nesse sentido um vereador com pouco mais de 2 mil votos que briga para a reeleição e encaminha sua mudança para uma das grandes siglas da cidade tem que ter discernimento que a chapa precisará de pelo menos mais 8 mil votos para garantir sua cadeira (média: 10 mil votos = 1 cadeira legislativa em Jundiaí) assim, se abrigar nas grandes siglas com fortes aliados (que lá na frente se tornaram adversários) pode ser uma grande furada para quem já tem mandato e busca a reeleição. Imaginar que um partido fará uma chapa de 50 mil (25% do eleitorado) votos sem ter candidato próprio à Prefeitura é uma loucura sem tamanho, e tem gente colando suas fichas nisso.

Dos 19 vereadores da cidade, cerca de 15 devem se abrigar dentre as três siglas anteriormente citadas (PSDB, DEM e PL), em um contingenciamento parecidos com as últimas eleições onde cada cadeira precisava de pelo menos 10 mil votos da coligação pertencente, hoje seria necessário cerca de 150 mil votos em primeiro turno e todos advindo da combinação Prefeito+Vereador para a reeleição, ou seja, para esses 15 vereadores se reelegerem na nova lógica eleitoral seria necessário que essas PSDB, DEM e PL concentrem 70% do eleitorado do primeiro turno o que não parece nem um pouco possível. Estão colocando todas as fichas na reeleição do Prefeito e no papel de base que desempenharam durante todo mandato. Vai ficar gente de fora por falta de leitura e estratégia.

Continuar Lendo

Cidades

Casamento real marca edição 2019 da Noivas e Festas Jundiaí e Região

O Dia Jundiaí

Publicado

em

A mais completa e tradicional feira de noivas do interior paulista, a Noivas e Festas Jundiaí e Região & Beleza Estética Show Hair 2019, promovida pela Adelson Eventos, acontece nos dias 22, 23, 24 e 25 de agosto de 2019, no Maxi Shopping Jundiaí, com entrada gratuita. Durante os quatro dias de feira são aguardadas mais de 8 mil pessoas.

Uma das novidades desta 17ª edição é a celebração do casamento de Silvana Aparecida Zanon e Wagner Galdino, na sexta-feira, 23 de agosto. A convite da diretora da Adelson Eventos, Mônica Lopes, os noivos vão se casar na feira com todos os serviços patrocinados, desde os trajes dos noivos ao bufê da festa.

Mônica informa que será o quarto casamento realizado na feira Noivas e Festas e a Adelson Eventos foi pioneira nesta iniciativa. “A nossa feira foi a primeira no interior de São Paulo a promover um casamento de verdade no evento e foi um sucesso, depois soubemos que outras feiras adotaram a ideia”, conta.

Segundo a diretora da Noivas e Festas Jundiaí e Região, a intenção é proporcionar aos noivos o casamento dos sonhos de uma forma inusitada. Da cerimônia à recepção, tudo é pensado nos mínimos detalhes. “Tem uma passarela para a entrada da noiva, o civil é feito no local, juntamente com o celebrante, e após os noivos recebem os convidados em uma recepção reservada que inclui o bufê”, detalha Mônica.

A feira

A edição 2019 da feira vai reunir cerca de 90 expositores de 40 segmentos diferentes, apresentando ao público o que há de mais moderno e atual no mercado de festas. A exemplo dos anos anteriores, os visitantes encontrarão uma grande gama de serviços como locação de espaços, bufês, decoração, cerimonial, vestidos de noiva e de festa, buquês, alianças, trajes masculinos, clínicas de estética, cabeleireiros, DJs, fotografia, filmagem, lembrancinhas, trilha sonora, bolos e doces, agenciamento de viagens, entre outros.

Este ‘mix’ de opções facilita a vida dos noivos, já que para organizar uma festa de casamento, estima-se que são necessários de 38 a 42 serviços diferentes. Além dos casais, a feira também atende os visitantes que planejam sua festa de debutante, formatura, aniversários e confraternizações em geral.

Facilidade para o público e garantia de bons negócios para os expositores, o evento espera superar a cifra do ano passado, que movimentou cerca de R$ 10 milhões. Vitrine das principais tendências do mercado de festas, a feira é aguardada pelos expositores para o lançamento de novos produtos e serviços.

Mônica atribui o sucesso da feira à determinação, experiência, credibilidade e capacidade de fazer bons eventos. “Temos expositores que participam desde a primeira edição, não é qualquer evento que consegue fidelizar o cliente por tanto tempo e isso é resultado de muito trabalho”, destaca.

Desfiles

Além das empresas expositoras, a Noivas e Festas Jundiaí e Região & Beleza Estética Show Hair vai contar com os tradicionais desfiles nos quatro dias de evento, abertos e gratuitos ao público.  Na passarela, os visitantes poderão conferir as principais tendências em moda, decoração e músicas para casamentos e festas em geral, além de penteados e maquiagem para noivas e convidadas, apresentadas em desfiles diários pelos expositores.

SERVIÇO

17ª  Noivas e Festas Jundiaí e Região & Beleza Estética Show Hair
Data:
 22 a 25 de agosto
Horário: Dias 22 (quinta-feira) e 23 (sexta-feira), das 15h às 22h; dia 24 (sábado) das 12h às 22h; e dia 25 (domingo) das 12h às 20h
Local: Piso G3 do Maxi Shopping Jundiaí – Av. Frederico Ozanan, 6000 – Jundiaí/SP
Entrada: Gratuita com credenciamento online pelo site do evento
Mais informações: www.noivasefestasjundiai.com.br
Realização: Adelson Eventos

Continuar Lendo

Jundiaí

Sterna Café tem Festival de Métodos de Extração

Fillipe Santos

Publicado

em

Rede de cafés especiais traz grão Labareda Reserva como destaque do mês

Quem passa pelas unidades do Sterna Café, além de encontrar grãos especiais, pode escolher entre os diversos métodos filtrados de extração para potencializar o sabor e corpo do café.

No local, os apaixonados pela bebida encontram um verdadeiro Festival de Métodos que incluem opções como Hario V60, que garante um café limpo e sem resíduos, o Clever, que serve um café mais forte e encorpado ou o Método French Press que é indicado para quem deseja um café mais intenso, já que o tempo de infusão é maior.

Durante o mês de agosto, o público poderá conhecer e degustar o Café Labareda Reserva, vindo da região de Alta Mogiana, em São Paulo.

De corpo delicado e aveludado, com acidez marcante, o grão tem torra média clara e retrogosto prolongado com notas de morango.

A novidade está disponível em todas as unidades Sterna.

Serviço

Sterna Café 
R.Sócrates Fernandes de Oliveira, 70 – Hospital Santa Elisa
Chácara Urbana – Jundiaí – SP
Telefone: (11) 3963-6559
Horário de Funcionamento: Segunda à Sábado das 7h às 21h

Continuar Lendo

+ Lidas da semana