Fique Conectado

Região

Leoa Helga morre de câncer, em Jundiaí

A Associação Mata Ciliar homenageou o felino em suas redes sociais

Foto: Reprodução/Facebook
Avatar

Publicado

em

Com 21 anos, a leoa Helga, que era cuidada pela Associação Mata Ciliar de Jundiaí, morreu nesta quarta-feira (25), após um câncer de mama que se espalhou rapidamente na sua última semana de vida.

A leoa chegou na ONG “apática, obesa, quase sem poder andar”. Depois, “tornou-se a verdadeira rainha da instituição”,escreveu a entidade por meio de um post nas redes sociais.

Apesar de sua idade avançada, a leoa foi recuperando sua “autoestima felina” após ser resgatada, tornando-se um dos mais amados e carismáticos animais já abrigados pela Mata Ciliar.

“Desde a partida do leão Juba, a Mata Ciliar acostumou-se a dormir embalada com o soberano rugir da leoa Helga. […] Com olhar penetrante, porte digno e imponente, gênio indomável, ela conquistava, logo à primeira vista, todos os que a conheciam. […] O silêncio faz as nossas noites um pouco mais tristes, mas o consolo vem também dela, que traz um brilho a mais dessa estrela chamada Helga e que se junta ao Juba e a tantos outros na Constelação de Leão”, finaliza a publicação, que presta homenagem à leoa.

Região

Mais de 70 Adolescentes em tratamento contra o câncer celebram a vida no baile de debutantes no hospital do amor em Barretos

Avatar

Publicado

em

Foto: Paulo Villas Boas

Meninos e meninas do hospital de Barretos, estarão participando do grande evento social que acontece nos dias 23 e 23 de julho, com atrações e personalidades de várias regiões do País. A ação faz parte do projeto Fadas Madrinhas

Como tradição, o Baile de Debutantes do projeto social Fadas Madrinhas, vai reunir grandes atrações artísticas e personalidades para uma programação especial destinada a adolescentes com idade entre 14 e 16 anos que sonham debutar em uma grande festa.

O projeto é uma produção independente, de iniciativa privada e sem fins lucrativos, da empresária Liliane Barros Marty Caron, que há mais de 20 anos vem realizando sonhos de adolescentes de todo Brasil. Em sua oitava edição – esta sendo a quarta que será realizada no Hospital do Amor – a empresária declara todo o seu carinho e admiração ao trabalho realizado pelo hospital, que é considerado referência no tratamento e prevenção do Câncer na América Latina.

Para este ano, mesmo morando atualmente no Principado de Andorra, Liliane não abandonou o projeto e já anuncia a programação desta edição do baile, que acontece em Barretos, interior de São Paulo, entre os dias 23 e 24 de julho, com participação recorde de 70 adolescentes, todos pacientes do Hospital e residentes de diferentes regiões do Brasil.

No dia 23 acontece a festa de boas vindas com um jantar de confraternização entre os debutantes, seus acompanhantes – todos participam acompanhados de um responsável, maior de idade, e seus padrinhos – apoiadores do projeto que contribuem de diferentes formas para a realização do evento. Para esta noite, a dupla estrelada do Youtube Lu e Robertinho promete animar os convidados com muito mash-ups, uma mistura hits internacionais à moda sertaneja.

O grande baile acontece no dia 24, no Centro de Eventos Doutor Paulo Prata com decór de Roni Vieira e cerimonial de Suzana Freire e Ana Araújo. Para vestir os debutantes, participação especial do estilista Marco Castioni e coroas de Miguel Arcade para as princesas. O buffet fica a cargo de Danilo Borges, com drinks – incluindo sem álcool – da Flairs Bartenders, doces de Marina Magalhães e bolo de Andréia Fernandes Costa e Dona Baunilha.

Para abrilhantar ainda mais a festa, o evento já revela a  presença de alguns artistas e personalidades como Paulo Dalagnoli, Carla Prata, Danny Pink, as duplas Pedro Paulo a Alex, e Augusto e Atílio, os influencers Gustavo e Tulio Rocha e da estilista Martha Medeiros,  entre outros. O som ficará por conta do DJ Guga Guizelini e um super show surpresa com cantor fenômeno da atualidade.  Liliane explica que um dos pontos mais especiais do baile é aproximar os adolescentes dos artistas de sucesso, “eles vibram”.

Em edições anteriores, já participaram do projeto artistas como Rodrigo Simas, Felipe Simas, Fiuk, Dj Dennis, Victor Pecoraro, Ligia Mendes, Alex Mapeli, Henrique e Diego, Gustavo Mioto, Cat Dealears, MakeUSweet, Marcos Pitombo, Breno e Caio Cesar, Augusto e Atílio, Dj Pedro Sampaio e Diogo Nogueira, entre outros, com destaque para o ator Paulo Delagnoli que participou do projeto desde a sua primeira edição, sempre como Príncipe, acompanhando as debutantes em sua primeira valsa.

Sobre o projeto

O projeto Fadas Madrinhas é uma produção independente, de iniciativa privada e sem fins lucrativos, da empresária Liliane Barros Marty Caron, que realiza há mais de 20 anos o sonho de adolescentes de todo Brasil. A missão do Projeto Fadas Madrinhas ? realizar sonhos de jovens com historias de vida marcantes, sem condições de realizar com recursos próprios ou familiares, o desejo de ter uma grande festa de debutantes.

Todo o projeto, que já impactou a vida de mais de 500 adolescentes, é mantido através de ações solidárias como jantares, bazares, rifas e apoio de amigos, voluntários e simpatizantes à causa.

O projeto chega a receber mais de cinco mil cartas por ano, e a dura tarefa tem sido escolher, entre tantas histórias, quais as selecionadas. Praticamente, em todas as cartas, os jovens falam da importância de não desistirem dos próprios sonhos, apesar de demonstrarem todas as dificuldades do seu dia a dia e a luta pela superação. 

Informações sobre edições anteriores ou sobre como apoiar o projeto Fadas Madrinhas podem ser obtidas acessando o site: www.projetofadasmadrinhas.com.br

Fanpage: Baile de Debutantes #projetofadasmadrinhas ou pelo Instagram: @fadas_madrinhas.

Fonte: Cla Cri Com – Assessoria de Imprensa

Continuar Lendo

Região

Lei que exige farol já multou 70 mil na região de Jundiaí

Avatar

Publicado

em

Com os feriados prolongados da Proclamação da República e da Consciência Negra, celebrados nos dias 15 e 20 de novembro, os motoristas precisam ficar atentos ao uso dos faróis nas rodovias. Só este ano foram cerca de 170 mil multas no Estado. Destas, 70 mil foram na região de Jundiaí (SP).

É só parar um pouquinho às margens da rodovia para perceber que ainda tem muitos motoristas que se esquecem de ligar o farol baixo e olha que a lei já tem mais de dois anos. Foi criada em julho de 2016 para aumentar a segurança nas estradas.

“Pesquisas feitas nos Estados Unidos já apontaram que transitar nas rodovias durante o dia com a luz baixa reduz 5% dos nossos acidentes e 12% dos atropelamentos com pedestres e ciclistas”, explica a tenente Janaína Araújo Oliveira, da Polícia Rodoviária.

Quem esquece de ligar os faróis em rodovias comete infração média e ganha quatro pontos na carteira, além de uma multa de R$ 130.

Em todo o Estado de São Paulo, quase 170 mil motoristas foram multados entre janeiro e outubro porque foram flagrados com os faróis apagados na estrada.

A mesma infração fez a Polícia Rodoviária aplicar 6.281 multas nos últimos 10 meses nas rodovias da região de Sorocaba (SP). Já na região de Jundiaí (SP), o número é um dos maiores do Estado: foram mais de 70 mil multas para os motoristas que se esqueceram de acender os faróis

Tem que ser farol baixo, orienta a Polícia Rodoviária. Se for alto ou se o carro estiver apenas com a lanterna ou o farol de milha ligados, o motorista pode ser multado.

Com o farol baixo aceso, o motorista pode ser visto durante o dia a uma distância de três quilômetros. O vendedor Tadeu José já se acostumou a acender o farol baixo logo que entra no carro para não esquecer mais.

“Depois que eu levei duas multas no começo aí não tem como esquecer. Agora aprendi”, brinca.

Quem se lembra sempre de manter o farol baixo aceso na estrada sabe bem a importância disso. “Você é visto de longe, com certeza. A segurança é bem maior”, completa o aposentado Adilson José Bessa.

Continuar Lendo

+ Lidas da semana