Hungria e Brasil assinam acordo de cooperação em segurança

É um dos vários acordos de cooperação em segurança assinados em Budapeste na quinta-feira durante a visita do presidente brasileiro Jair Bolzano. O primeiro-ministro Victor Orban destacou que os dois países estão entrelaçados com outras abordagens à migração e à instituição da família.

Bolsanaro, que se reuniu com o presidente russo Vladimir Putin nesta semana, disse em um breve comunicado que a guerra russo-ucraniana “não interessa a ninguém”.

“Acordamos que o Brasil participará do programa de desenvolvimento das Forças Armadas Húngaras. Já compramos dois jatos de transporte militar do Brasil que estarão prontos em 2023 (…) Concordamos em estender essa cooperação”, disse Orban .

Também foi assinado um acordo para prestar assistência conjunta às comunidades cristãs perseguidas na África. Também foi acordado que o Brasil estava pronto para aceitar investimentos húngaros. Como Orban anunciou, haverá muitos deles.

Como observa Orban, os dois países compartilham visões semelhantes sobre desafios globais, como a migração. Como ele enfatizou, tanto a Hungria quanto o Brasil pertencem à “Commonwealth Alliance, que não quer que o mundo mude por causa da imigração”.

“Acordamos com nossos amigos brasileiros que iríamos criar um + sistema de alerta antecipado + na arena internacional – onde quer que haja propostas migratórias no mundo que não gostamos e que estejam em conflito com nossos interesses, nós cuidaremos delas em tempo hábil e trabalhar juntos para alcançá-los.

Anunciando a visão geral da família de que o pai é homem e a mãe mulher, ele prometeu: “Vamos fazer tudo o que pudermos para evitar que essa idéia se torne tendenciosa e se torne uma das formas possíveis. Essa família”.

A visita de Paulsanaro é a primeira visita do presidente ao Brasil.

READ  Incêndio no Parlamento da África do Sul: colapso do telhado, danos significativos em todo o campus

De Budapeste, Malkorsata Vyrsikovska

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

O Dia Jundiaí