Fique Conectado

Empreendedorismo e Mercado

DMCard bate recorde no 1º semestre de 2019 com R$ 1,1 bilhão movimentado nos cartões private label

Fillipe Santos

Publicado

em

Montante representa um aumento de 32,5%, mantendo com folga a média de crescimento do valor gasto nos cartões, e ainda um crescimento de 50% de propostas com consumidores buscando cada vez mais o crédito

No primeiro semestre de 2019, foi movimentado nos cartões private label administrados pela DMCard pouco mais de R$ 1,1 bilhão. Valor que representa um crescimento de 32,5% nos gastos dos consumidores comparados com o mesmo período do ano passado, quando foram movimentados quase R$ 698 milhões. Além disso, também foi verificado um aumento de 50% nas propostas recebidas, o que mostra o consumidor do supermercado buscando cada vez mais o crédito para encher seu carrinho.

É a primeira vez que a companhia ultrapassa a marca de R$ 1 bilhão em um semestre. Além disso, a variação mantém com folga sua média de crescimento, que é de 30% ao ano. O cartão de loja se mostra um fenômeno que merece atenção, já que estes resultados foram consolidados em um ano que se iniciou marcado pelo encolhimento da economia com PIB negativo.

Há apenas três anos, em 2016, a administradora de cartões de crédito celebrava ter ultrapassado pela primeira vez a marca do bilhão durante todo aquele ano, quando registrou uma movimentação de R$ 1,08 bilhão em 12 meses. Desde então, nunca mais fechou um ano abaixo dessa marca, pelo contrário, apenas manteve seu ritmo de crescimento contínuo, conforme tabela abaixo.

ANOVALOR MOVIMENTADO
2016R$ 1,08 bi
2017R$ 1,3 bi
2018R$ 1,8 bi
2019 (previsão ano)R$ 2,4 bi

Cenário econômico e novas parcerias impulsionam crescimento

Carlos Tamaki, Diretor Financeiro da DMCard, explica o que tem impulsionado os bons resultados. “O cartão de loja tem sido cada vez mais buscado pelo consumidor como uma alternativa, já que tem encontrado dificuldade em conseguir crédito na rede bancária. Simultaneamente a este fenômeno, também tivemos um ano de forte expansão fechando contratos ou comprando carteiras de novas redes por todo o Brasil, muitas de grande porte e com faturamentos que ultrapassam R$ 1 bilhão ao ano”.

No final de 2018, a DMCard adquiriu a carteira de crédito dos Supermercados BH, em Minas Gerais, o 7º maior varejista do país que, até então, fazia a gestão de seu private label internamente. Já, no início deste ano, a DMCard adquiriu 100% da carteira de cartões de loja da UnidaSul, empresa gaúcha que administra as redes Supper Rissul (varejista) e Macromix (atacado) que, juntas, foram a terceira maior rede supermercadista do Rio Grande do Sul. E, além disso, também deu início a sua entrada no Nordeste, fechando contrato com quatro redes, na Bahia: RedeMix Supermercados, Supermercados Hiperideal, Supermercados Meira e Supermercados C&S.

Papel do Private Label na economia e no poder de compra

Como uma das líderes em seu segmento, os resultados da DMCard são um recorte desse mercado que comprova a força e a importância do cartão de marca própria para o segmento supermercadista e também para o poder de compra do consumidor e movimentação da economia.

A administradora ultrapassou a marca de 2,8 milhões de cartões emitidos em todo o território nacional em 2.200 pontos de venda das mais de 190 redes supermercadistas parceiras. Apenas no primeiro semestre, 708 mil novos consumidores preencheram propostas solicitando crédito para suas compras, um aumento de 50% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Destas, uma média de 32% foram aprovadas, “uma taxa de aprovação que, devido ao risco de inadimplência crescente no país, teve uma leve queda mais que continua acima da média do país, onde as instituições financeiras tem reduzido cada vez mais suas ofertas de crédito e limites de compra”, explica Tamaki.

Somente neste período, a DMCard injetou no mercado mais de R$ 607 milhões em crédito, sendo R$ 201 milhões apenas em novos cartões emitidos e R$ 406 milhões em crédito concedido por meio de aumento do limite para portadores de cartões já ativos.

Os números são reflexo de um sistema bem estruturado e tempo médio de 5 minutos para uma proposta ser analisada e aprovada, potencializando os resultados do varejista. A maior agilidade foi alcançada graças a migração do atendimento das promotoras que registravam as propostas por um website para um aplicativo em dispositivos móveis, estas já representam 43% das propostas cadastradas.

Crescimento durante a crise

No primeiro trimestre de 2019, o Banco Central registrou encolhimento da economia, com PIB negativo de -0,2%. No mesmo período de janeiro a março, o IBGE também mostra uma queda do consumo nos supermercados de -0,9% e vendas no varejo em geral crescendo apenas 0,3%, em todo o Brasil.

Para uma comparação mais precisa, sendo considerados apenas os três primeiros meses do ano (período consolidado pelo Banco Central e IBGE até o momento) a DMCard teve um crescimento bastante alto para o cenário econômico, um aumento de 28% no valor gasto nos cartões. Uma diferença bastante acentuada que colabora para comprovar o papel do private label na economia atual, como pode ser observado na tabela abaixo.

PIB (Banco Central)– 0,2%
Vendas Supermercados (IBGE)– 0,9%
Varejo em Geral (IBGE)0,3%
DMCard28%

Dados de variação consolidados pelo Banco Central e IBGE do primeiro trimestre em comparação com o mesmo período de 2018 pelas fontes:

Apoio ao supermercadista para enfrentar a concorrência

A DMCard investe constantemente em projetos e novas tecnologias, sempre em busca do incremento das vendas e de potencializar os resultados das redes supermercadistas parceiras. São importantes ferramentas para que enfrentem a concorrência com as gigantes do mercado oferecendo os mesmos benefícios aos seus consumidores.

Além do aplicativo para smartphones e tablets da DMCard, pelo qual os portadores contam com facilidades como consultar suas faturas, limite disponível, melhor dia de compra e realizar alterações cadastrais. E do aplicativo utilizado pelas promotoras para o preenchimento de propostas de forma muito mais ágil, em qualquer lugar da loja sem a necessidade de levar o consumidor até o balcão. Também já é uma realidade o aplicativo de ofertas totalmente customizado com a marca de cada rede.

Trata-se de um aplicativo desenvolvido pela DMCard, contudo, personalizado com a marca e as necessidades de um varejista específico. Ou seja, independente do tamanho e número de lojas, uma rede pode disponibilizar seu aplicativo próprio oferecendo cupons e ofertas de acordo com o perfil individual de cada cliente. Um processo possível graças a uma poderosa ferramenta de CRM que coleta e trabalha de forma inteligente dados de comportamento de compra. Atualmente já existem 19 redes oferecendo a facilidade e outras 19 em fase de desenvolvimento.

Sobre a DMCard

A DMCard é uma administradora de cartões private label que nasceu em 2002, em São José dos Campos, interior de são Paulo. A empresa viabiliza a redes de supermercados a possibilidade de oferecerem aos seus consumidores um cartão de crédito de marca própria que, além de aumentar as vendas, fideliza seus clientes.

Denis César Correia, Diretor Executivo da empresa, explica o sucesso e os diferencias da DMCard: “Somos uma empresa especialista em varejo, por isso podemos atender às necessidades específicas do segmento”.

A DMCard nasceu de uma pequena operação de cartões de fidelidade de uma rede varejista. Hoje, possui uma completa e integrada estrutura de administração e processamento de operações, e atua em diversas regiões do Brasil. A empresa já ultrapassou a marca de 2,8 milhões de cartões emitidos para mais de 190 redes e 2.200 lojas, incluindo Sonda, Cobal, Spani, Semar, Royal, Unissul, Docelar, Joanin, Ricoy, Imec, BH, Koch, Paulistão e Althof.

Além do crédito, a DMCard ainda oferece uma poderosa ferramenta de CRM que coleta informações sobre o hábito de compra dos consumidores, permitindo, assim, a criação de campanhas personalizadas e relevantes para os diferentes perfis de clientes existentes.

Com nota alta em qualidade de serviço, a DMCard é uma das únicas empresas de cartões que possui o selo RA1000, garantindo o compromisso da marca em oferecer o melhor serviço para seus parceiros e clientes.

Empreendedorismo e Mercado

BestBuy Hotel investe R$ 1,3 milhão na ampliação de sua sede

Fillipe Santos

Publicado

em

Foto: Divulgação

Novo escritório resgata o verde no ambiente corporativo e valoriza a humanização dos espaços

A BestBuy Hotel, consolidadora de serviços terrestres com mais de 600 mil hotéis ao redor do mundo e 4 mil no Brasil, investiu R$ 1,3 milhão na ampliação de sua sede, localizada na cidade de Jundiaí, a 30 minutos da capital paulista. O novo layout, assinado pelo renomado arquiteto Cássio Olivato, se estende por quatro andares do edifício, e apresenta o resgate do verde no cenário corporativo, além da integração e humanização dos espaços.

“Quando decidimos reformar o nosso escritório, idealizamos um local que proporcionasse conforto, conexão com a natureza e, claro, reunisse excelentes condições de trabalho para os nossos colaboradores. Derrubamos paredes de concreto e priorizamos o contato visual, por meio da transparência entre as salas, tornando as relações ainda mais humanizadas”, destaca Nice van Oorschot, diretora de Operações da BestBuy Hotel.

Ao todo, o espaço conta com 480m², incluindo uma copa gourmet, que pode ser utilizada tanto para reuniões quanto para o convívio social, além de jardins internos e externos. A consolidadora, que segue em processo de expansão, apresentou faturamento de R$ 325 milhões em 2018 e projeta crescimento de 47% nesse ano, considerando todos os produtos que comercializa, como hotelaria, locação de casas, aluguel de carros,  pacotes, seguro, transfers e atrações.

Sobre a BestBuy Hotel

Fundada em 2013, a BestBuy Hotel é uma operadora de Turismo que atende exclusivamente agentes de viagem, fornecendo reservas de hotéis on-line e outros serviços de turismo, que conta com mais de 600 mil hotéis ao redor do mundo em seu portfólio, além de outros quatro mil empreendimentos hoteleiros com contratação direta no Brasil. Localizada em Jundiaí, no interior de São Paulo, a empresa preserva em seu DNA a atuação de seu CEO, Victor Van Oorschot, que acumula mais de 30 anos de experiência no setor de turismo. Atualmente, a operadora atende mais de quatro mil agências de viagem em todo o mercado brasileiro, e tem entre as suas principais premissas a reconfirmação de 100% das reservas que realiza. Para mais informações, acesse: www.bestbuyhotel.com.br

Continuar Lendo

Empreendedorismo e Mercado

Maxi Shopping Jundiaí inaugura Coworking

Fillipe Santos

Publicado

em

Foto: Divulgação

Cada vez mais o shopping faz parte da vida da comunidade, quer no setor de compras, alimentação, serviços e lazer. Também é grande o número de pessoas que utilizam as nossas dependências para trocar ideias de negócios e para trabalho freelancer em geral, muitas vezes pelo computador. Pensando nisso, o Maxi Shopping inaugura o seu Coworking, ambiente especialmente desenvolvido para o trabalho autônomo, propiciando a troca de informações e conhecimento com pessoas de diversas áreas e toda estrutura para receber os clientes e concretizar negócios.

“Na era onde se proliferam as startup’s, o Coworking, exprime uma nova forma de pensar o ambiente de trabalho. Um local propício para que profissionais independentes possam desenvolver seus projetos sem o isolamento do home office e as distrações dos espaços públicos, que agora trazemos para o nosso empreendimento”, ressalta o diretor do Maxi Shopping Jundiaí, André Latorre Noronha.

Localizado na Entrada G3 Leste, o Espaço Coworking Maxi Shopping é oferecido gratuitamente aos nossos frequentadores, e permanecerá aberto de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 12h às 20h.

No espaço, as estações de trabalho são limitadas e ocupadas por ordem de chegada, não sendo permitido fazer reserva nem marcação de locais. O usuário deve utilizar o espaço apenas pelo tempo necessário, para que outros também possam usufruir do mesmo.

Algumas regras básicas devem ser observadas pelos frequentadores, como evitar ruídos de qualquer natureza que possam atrapalhar as pessoas no local; comercializar qualquer tipo de produto; consumir bebidas ou alimentos no local; manter as mesas limpas e organizadas; acessar páginas da web com conteúdo ilícito ou ilegal; não sobrecarregar a internet com dowload e upload de conteúdo muito  pesado e outra práticas que possam interferir na qualidade do sinal disponibilizado;  instalar mobiliário ou equipamentos de escritórios adicionais e periféricos; dentre outras. A relação completa das regras para utilização do Coworking está disponível no site www.maxishopping.com.br  e na entrada do Espaço.

Continuar Lendo

Empreendedorismo e Mercado

No Outback Brasil, cerca de 85% dos sócios-proprietários vieram da cozinha ou do salão do restaurante

Fillipe Santos

Publicado

em

Foto: Ricardo Lima / Ana Paula Freire, sócia-proprietária do Outback do Outlet Premium São Paulo, em Itupeva.

Marca incentiva crescimento e tem um plano de carreira bem estruturado; sócia do restaurante do Outlet Premium São Paulo, em Itupeva, é exemplo de empreendedorismo

O ambiente de trabalho do Outback Steakhouse e o plano de carreira são excelentes motivos para se tornar um Outbacker, como são chamados os funcionários do restaurante. Cerca de 85% dos atuais sócios-proprietários da marca vieram da operação, ou seja, da cozinha ou do salão, e cresceram na casa. A política de remuneração e progressão de carreira no Outback privilegia os funcionários a se tornarem sócios das novas unidades.

E para se tornar um outbacker não é necessário ter experiência, pois todos os colaboradores passam por treinamentos. A única exigência é a dedicação, além de um perfil dinâmico e vontade de crescer. E essa vontade é o que faz com que grande parte das pessoas dentro da companhia cresça. O Outback é uma das maiores empresas de casual dining do mundo e, ao contrário do que se imagina, as unidades brasileiras não são franquias. Cada uma das unidades é liderada por um sócio-proprietário com vasta experiência na área de restaurantes e que preza pela excelência no atendimento ao cliente. Antes de se tornar sócio, o empreendedor escolhido passa por cerca de dez meses de treinamento para se adequar ao padrão da rede internacional.

Na região de Jundiaí, um excelente exemplo de trajetória de sucesso dentro da empresa é o de Ana Paula Freire, sócia-proprietária do Outback do Outlet Premium São Paulo, em Itupeva. Aos 40 anos de idade, Ana Paula conta que começou a trabalhar no Outback em novembro de 2003, quando tinha 24, como atendente de bar, na unidade do Iguatemi Campinas.

“Na época estava terminando um curso técnico em hotelaria. Fiz alguns estágios e o que eu mais gostei foi da área de alimentos e bebidas. Até realizei alguns cursos na área de bar. Foi aí que uma grande amiga me indicou para trabalhar no Outback. Na época, estava passando por alguns problemas pessoais e fui acolhida da melhor forma possível pela empresa. Iniciei minha carreira como bartender. Com muita dedicação, consegui me tornar treinadora e aí as promoções começaram a aparecer”, relembra.

Depois de treinadora, Ana foi promovida a coordenadora de plantão, na mesma unidade, e depois a gerente do Outback de Ribeirão Preto, de onde saiu somente para realizar um intenso treinamento, que incluiu passagens por quatro restaurantes, e assumiu o cargo de sócia da casa instalada em Itupeva, inaugurada no dia 1º de maio de 2018.

“O que é o Outback pra mim? Só posso dizer que é amor, pois depois do meu filho e de minha mãe, é a coisa mais importante da minha vida. Amo o que eu faço e tenho muito orgulho da carreira digna que conquistei”, afirma. 

Sobre o Outback Steakhouse

A rede Outback Steakhouse possui 99 restaurantes no Brasil, está presente em 39 cidades, 15 Estados brasileiros e Distrito Federal. No mundo está em 22 países entre Américas, Ásia e Oceania. O primeiro restaurante no país foi inaugurado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 1997. Com seus cortes de carne especiais e aperitivos icônicos como a Bloomin’ Onion, o Outback caiu no gosto do brasileiro pela qualidade e sabor marcante da sua culinária, somados à descontração no atendimento e às instalações aconchegantes.

Serviço

Outback Steakhouse Outlet Premium São Paulo
Endereço: Rodovia dos Bandeirantes, km 72, bairro Rio Abaixo, Itupeva – SP, 13295-000
Capacidade: 278 lugares
Formas de pagamento: cartões e bandeiras: Cartões de crédito e débito de todas as bandeiras, cartões Visa Vale, Hipercard, VR Refeição, Elo Refeição, Ticket Restaurante Refeição e Sodexo Refeição
Horários de Funcionamento: todos os dias, das 11h30 às 22h
Billabong Hour: das 17h às 20h (de segunda a sexta-feira, exceto feriados). 50% de desconto nas bebidas alcoólicas, exceto vinhos, garrafas, Cerveja Outback e cervejas importadas.

Outback Steakhouse JundiaíShopping
Endereço: Av.  9 de Julho, 3.333, piso térreo
Telefones: (11) 4526-7896 / 4526-7848
Formas de pagamento: American Express, Sodexo, Diners, Visa, Elo, Visa Alelo Refeição, MasterCard, Ticket Restaurante, Verocard, Vale Refeição, Hipercard, Green Card, Vale Card, Cabal.
Capacidade: 287 lugares
Horário de funcionamento: De segunda a quinta-feira: das 12h às 23h; sexta-feira: das 12h às 00h; sábado: das 11h30 às 00h; domingos: das 11h30 às 22h.
Billabong Hour: das 17h às 20h (de segunda a sexta-feira, exceto feriados). 50% de desconto nas bebidas alcoólicas, exceto vinhos, garrafas, Cerveja Outback e cervejas importadas.

Continuar Lendo

+ Lidas da semana