Fique Conectado

Trânsito

Conscientização: Campanha atrai a atenção dos motoristas

Foto: Fotógrafos/PMJ
Avatar

Publicado

em

A Semana Nacional de Trânsito em Jundiaí foi marcada por várias ações, programadas pela Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT), que incluíram a entrega de revistas e do laço amarelo e atividades educativas em escolas e empresas, tanto no Parque da Cidade como no Centro. Em 2019, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu como tema “No trânsito, o sentido é a vida”. Órgãos do Sistema Nacional de Trânsito e a comunidade promoveram iniciativas em todo o País para marcar a data.

Na manhã desta quarta-feira (25), a rua Naim Miguel, atrás da igreja Nossa Senhora do Desterro, na região central, foi palco de uma ação de conscientização que atraiu a atenção de quem passava pelo local. Das 9h às 11h, cadeiras de rodas foram colocadas em sete vagas comuns da via. Nelas, estava uma placa com a mensagem “É só um minutinho”.

O intuito foi alertar os condutores de veículos para respeitarem o local destinado aos deficientes físicos com a frase “Parei só por um minutinho”, a desculpa mais usadas pelos motoristas para ocupar incorretamente as vagas especiais, mostrando o desrespeito pelo olhar do outro e assim sensibilizar para respeitar.

“Eu e os agentes de trânsito vimos muitos homens e mulheres em seus carros com expressão de desconfiança, ao olharem para as cadeiras de rodas com as placas. Eles não gostaram muito de não poderem estacionar naquele momento”, disse Juliana Maia, responsável pela Educação de Trânsito da UGMT. “Em contrapartida, recebemos várias manifestações de apoio à ação”, emenda.

O gestor da UGMT, Silvestre Ribeiro, destacou a importância de iniciativas como a ação no Centro de Jundiaí, que possuem caráter educativo. “Quem para seu carro numa vaga reservada a deficientes ou idosos também está sujeito a receber multa de R$ 293,47. A infração é considerada gravíssima, com perda de sete pontos na carteira de habilitação”, lembra Silvestre.

Cultural
Uma das motoristas que estacionou em frente às vagas com as cadeiras de rodas foi a dona de casa Miriam Gomes Xavier. Ela elogiou a campanha inclusa na Semana Nacional de Trânsito. “É importante conscientizar as pessoas sobre o uso correto das vagas dos deficientes. Muita gente desrespeita a lei e isso é cultural no Brasil. Já fui para países da Europa e vi que quando o pedestre pisa na rua os motoristas param para ele atravessar”, completa.

Continuar Lendo
PUBLICIDADE
Clique para comentar

+ Lidas da semana