Fique Conectado

Campo Limpo Paulista

Avião cai ao lado de casa e deixa mortos em Campo Limpo Paulista

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros
Avatar

Publicado

em

queda de uma aeronave de pequeno porte deixou pelo menos dois mortos na tarde desta sexta-feira (12) em Campo Limpo Paulista (SP). A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros, que registrou o caso às 13h40.

O Corpo de Bombeiros informou, que as duas vítimas estavam a bordo da aeronave e foram arremessadas no momento que o avião, que tem prefixo PT-CON, se partiu durante a queda.

O avião caiu no quintal de uma casa, que fica na Estrada Velha do Pau Arcado, perto da divisa com Atibaia. No local, ninguém se feriu. Três viaturas compostas por nove membros dos bombeiros prestam atendimento no local. 

Conforme o cadastro na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave estava regular, mas não estava autorizada a fazer táxi aéreo. Trata-se de um monomotor Piper Aircraft de modelo PA-28-140, que foi fabricado em 1966 e tinha capacidade máxima para três pessoas.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foi acionado e, por volta das 15h30, se dirigia ao local. A identidade das vítimas ainda será apurada pela Polícia Civil.

Fonte: Rede TV

Campo Limpo Paulista

FACCAMP oferece 2 mil vagas para cursos gratuitos

Avatar

Publicado

em

A Unifaccampp, Centro Universitário Campo Limpo Paulista, abre na próxima semana a inscrição para cursos gratuitos e abertos para a população.

As atividades profissionalizantes gratuitas são práticas e ocorrem durante a semana de 4 a 8 de fevereiro. Haverá a entrega de certificado.

Faça sua inscrição na secretaria, pelo WhatsApp (11) 94745-7886 ou pelo telefone (11) 4812-9400. A Unifaccamp fica na Rua Guatemala, nº 167, Jardim América, Campo Limpo Paulista.

Confira os cursos oferecidos e os dias em que as atividades práticas serão realizadas:

Continuar Lendo

Campo Limpo Paulista

99 altera preços e fica ainda mais barata em Jundiaí e região

Avatar

Publicado

em

App reduz taxa cobrada do motorista para aumentar ganho do condutor; passageiro tem economia média de 15%

A 99 – empresa de mobilidade urbana que integra a gigante chinesa DiDi Chuxing – definiu uma nova estratégia de preços para tornar suas corridas ainda mais competitivas em Jundiaí, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Louveira, Várzea Paulista.

Nestas localidades, a 99 pode proporcionar a seus passageiros uma economia média de 15% frente à concorrência em alguns trajetos na modalidade 99Pop (carros particulares). Há trechos em que a economia ultrapassar 20%. Para os motoristas, a vantagem é a redução da taxa de serviço cobrada pelo aplicativo. A 99 fixou em 17,99% a tarifa cobrada (antes era 19,99%). A concorrência cobra entre 23% e 25% de taxas.

Segundo Davi Miyake, diretor de Estratégia e Planejamento da 99, a alteração na fórmula de preços tem como objetivo ampliar o acesso de novos usuários à plataforma da 99. “Com a iniciativa, estamos nos tornando o aplicativo mais barato para o passageiro e também o mais rentável para o motorista”, afirma Miyake. “Convidamos a todos os usuários a baixarem nosso aplicativo e conferir nossos diferenciais de preço e segurança”, ressalta.

Continuar Lendo

Caieiras

Último trem da série 1100 da CPTM será aposentado esse mês

Avatar

Publicado

em

Com a chegada dos novos Série 8500 e 9500, a CPTM começou a retirar de circulação seus trens mais antigos, trata-se do marcante Série 1100, fabricada pela brasileira Mafersa sob licença da americana Budd entre 1956 e 1957 e então chamada de TUE 100. Foram encomendados originalmente pela Estrada de Ferro Santos-Jundiaí, fundada como São Paulo Railway Company no final do Século 19 e que construiu o que hoje são as linhas 7 e 10 da CPTM.

Assumindo a linha em 1984 a estatal ficou marcada pelos surfistas de trens e outros acidentes graves, o Série 1100 permaneceu em operação mesmo após a criação da CPTM, em 1992. Já em 1997, diante do estado lastimável em que se encontrava, o trem recebeu uma modernização onde ganhou uma nova frente com ampla janela e a reforma do seu interior.

Nos últimos anos, a Série 1100 ficou restrita à Linha 7-Rubi, que vai da estação da Luz até Jundiaí, com baldeação em Francisco Morato. Apesar de mais de 60 anos em serviço, é considerado um trem versátil e bastante resistente. Com a entrada em serviço das novas séries a CPTM pôde começar a tirá-los de circulação levados em sua maioria Jundiaí, estão em processo de desmonte.

Hoje restou apenas um exemplar em operação, registro 1114-1115, que deverá sair de cena assim que a companhia receber mais unidades do Série 9500, fabricado pela Rotem e trem mais moderno da CPTM. E, para marcar o momento histórico, a companhia está organizando uma espécie de viagem de despedida, próxima da realizada pelo Metrô ao retirar de circulação sua composição mais antiga da extinta Frota A. Para isso será feito o convite para grupos de fãs e perfis de redes sociais que cobrem o transporte coletivo. O evento ainda não teve data marcada.

Apesar da aposentadoria da Série 1100, ainda não significa o fim desses trens mais antigos e desconfortáveis, fabricados antes da fundação da CPTM. Séries como a 1700 e 4400 ainda são utilizadas em trechos menores e como reserva dos trens mais modernos. A tendência é que a definitiva retirada dessas composições ocorra em 2019.

Novo trem da CPTM

 

Continuar Lendo

+ Lidas da semana