Aumento da presença de mercenários russos ligados à inteligência na Ucrânia

Os interlocutores da Reuters disseram que Há preocupações crescentes de que a invasão russa da Ucrânia seja precedida por guerra de informação e ataques cibernéticos a elementos-chave da infraestrutura da Ucrânia, incluindo redes de eletricidade e gás.. A Rússia também pode usar mercenários para provocar a Ucrânia e paralisar o país, por exemplo, lançando ataques a pessoas específicas e usando armas especializadas.

– É provável que mercenários russos liderados pelo Kremlin participem de todos os tipos de atividades hostis na Ucrânia, o que poderia fornecer um pretexto para uma invasão – disse um funcionário anônimo dos serviços de segurança ocidentais.

Segundo informantes da Reuters, Os mercenários implantados na Ucrânia são recrutados por empresas militares privadas com laços estreitos com o Serviço Federal de Segurança (FSB) e o Conselho Principal de Inteligência (GRU). Entre aqueles que vieram para a Ucrânia nas últimas semanas está um ex-oficial do GRU que também trabalhou para a empresa militar russa Wagner Group. Viaje para Donetsk, uma das duas regiões no leste da Ucrânia controladas por separatistas pró-Rússia desde 2014.

READ  Salto de esqui. Seleções Nacionais para os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

O Dia Jundiaí